CURSO BÁSICO DE TIRO

É um curso para quem nunca teve contato com uma arma de fogo na vida, voltado para todo cidadão maior de 21 anos que queira ter um dia diferente e agregar um novo conhecimento em sua vida, possui uma carga horária de aproximadamente 2 horas, e é ministrado por um instrutor de tiro , além de um especialista em legislação armamentista que sanará todas suas dúvidas a respeito de como anda o cenário atual, para se ter uma arma ou produtos controlados em geral de maneira legal.

Conteúdo programático

Carga horária: 2 Horas de aula para cada tipo de arma escolhida.

Arma aborda no curso: Revolver, Pistola, Carabina e Espingarda;

Grade curricular do curso: Legislação, Regras de segurança, Conduta no estande de tiro, Manuseio seguro e Técnicas de tiro;

Objetivo

Curso obrigatório a todos que pretendem iniciar treinamento em estande de tiro, bem como, para aqueles que pretendem ter conhecimento técnico para o manuseio de amas de fogo com segurança. Este curso conta com uma abordagem clara e de fácil absorção, que dará ao aluno noções de segurança no manuseio de armas de fogo, procedimentos de segurança no exercício do tiro, técnicas de tiro (Posição, Postura, Empunhadura, Acionamento de gatilho e alinhamento do aparelho de pontaria). Após sua conclusão o aluno terá ótima base para o tiro e estará apto para frequência em estandes.


DOS PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA
Art. 1º-O Stand de Tiro possui acesso restrito, sistema de monitoramento permanente, Para Bala, cofre para guarda de munições, livro de controle de utilização do Stand de Tiro, livro de ocorrências.

Art. 2º-Somente será permitida a utilização do STAND de tiro com a presença do monitor designado pelo C.T.C, ou responsável.

Art. 3º-O responsável deverá preencher o Livro de Controle de Uso com os dados do usuário e efetuar anotações no livro de ocorrências caso existam. O sócio ou convidado assinará no livro que tem ciência dos termos deste regulamento.

Art. 4º-O membro do clube deverá apontar sua arma, carregada ou não, sempre para um local seguro.

Art. 5º-O membro do clube deverá tratar a arma de fogo como se ela estivesse permanentemente carregada.

Art. 6º-O membro do clube deverá manter o dedo fora do gatilho até que esteja realmente apontando para o alvo e pronto para atirar.

Art. 7º-Ao sacar ou coldrear uma arma, faça-o sempre com o dedo fora do gatilho.

Art. 8º-O membro do clube deverá certificar-se de que a arma esteja descarregada antes de qualquer limpeza.

Art. 9º-O membro do clube deverá carregar e descarregar a arma com o cano apontado para uma direção segura; utilize a CAIXA DE AREIA.

Art. 10º-O membro do clube deverá sempre que entregar uma arma a alguém, observar se ela está descarregada e aberta.

Art. 11º-Caso a arma “negue fogo”, ou apresente algum problema, mantenha-a apontada para o alvo e levante uma das mãos e aguarde o monitor.

Art. 12º-O disparo somente será efetuado estando o atirador entre as baías. No caso de haver mais de um usuário realizando tiro ao mesmo tempo, mantenha sempre o alinhamento com os outros atiradores, não se situando avançado nem recuado em relação aos demais, sempre respeitando o espaço entre as baías.

Art. 13º-Somente os atiradores de cada série e o monitor ficarão no interior do STAND de tiro, devendo os demais acompanhantes, ficarem em local apropriado.

Art. 14º-É obrigatório o uso de óculos de proteção e abafadores de ruídos dentro do STAND.

Art. 15º-É proibido fazer refeições dentro do STAND de tiro.

Art. 16º-Em caso de falta de energia ou pane no sistema de monitoramento, o monitor deverá paralisar imediatamente o funcionamento do STAND até que se restabeleça as condições para o adequado funcionamento.

Art. 17º-É proibido o manuseio da arma no interior da loja do clube.

Art. 18º-Não será permitida a entrada no STAND de pessoas alcoolizadas ou sob o efeito de qualquer substância que altere a sobriedade do atirador.

Art. 19º-A não observância do regulamento no STAND de Tiro ensejará anotação no livro de ocorrências e o imediato impedimento na utilização do STAND, sujeitando o infrator às punições aqui previstas, bem como às regras do (C.B.T.C)
Art. 3º-Fica eleito pelas partes contratantes o foro da de Jardim -MS, para dirimir quaisquer dúvidas oriundas do presente contrato, que não possa ser solucionada pela via administrativa.

Jardim, 02 Abril de 2020 Daniel Martins Da Silva Proprietário e Presidente